22 de julho de 2024
NegóciosÚltimas

Nos últimos dez anos, o número de pessoas empregadas em Goiás atingiu o seu nível mais alto.

Goiás conquista maior nível de pessoas ocupadas dos últimos dez anos

Segundo o Instituto Mauro Borges de Estatística e Estudos Socioeconômicos (IMB), ligado à Secretaria-Geral de Governo (SGG), a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADc) de 2022 apontou que Goiás teve o maior número de pessoas ocupadas desde o início da série histórica em 2012, totalizando uma média anual de 3,66 milhões. Além disso, o estado teve a menor média anual da taxa de desemprego dos últimos 8 anos e conquistou, pelo segundo trimestre consecutivo, a menor taxa de desemprego de longo prazo do país, com um índice de 0,37%. O rendimento dos goianos também aumentou 10,1% no quarto trimestre de 2022, atingindo R$ 2.769, e a média anual de rendimento habitual foi de R$ 2.620, um aumento de 1,7% em relação a 2021. O governo de Goiás tem buscado ampliar a capacitação dos cidadãos para que possam ocupar de maneira mais efetiva e melhor remunerada o mercado de trabalho, seja por iniciativa empreendedora ou pelo emprego formal. A criação de novos postos de trabalho em conjunto com o aumento dos rendimentos tem impactado positivamente a economia local e o bem-estar da população.