24 de julho de 2024
NotíciasSaúdeÚltimas

Confira a aflição do namorado em levar a jovem ao hospital após ela sofrer uma reação alérgica ao cheirar pimenta.

Imagens de câmera de segurança registraram o desespero do namorado da trancista Thais Medeiros de Oliveira, de 25 anos, ao levá-la às pressas para o hospital em Anápolis, a 55 km de Goiânia, depois que ela teve uma reação alérgica ao cheirar pimenta. Em entrevista, Matheus Lopes de Oliveira relatou que a reação da jovem foi imediata e agressiva. O incidente ocorreu depois de um almoço em família, por volta das 14h do dia 17 de fevereiro. De acordo com a Santa Casa de Anápolis, Thais sofreu um edema cerebral e precisou ser internada na UTI. Matheus informou nas redes sociais que Thais deixou a UTI na última sexta-feira (10) e que não corre risco de morte encefálica, mas ainda apresenta poucos estímulos.

Matheus relata que Thais foi visitá-lo em Anápolis, após viajar de Goiânia. Durante o almoço na cozinha com a família dele, o assunto da preparação de pimentas surgiu, já que a mãe de Matheus costuma fazê-las. “Thais estava tossindo, como se tivesse uma gripe. Ela chegou em casa, fez tranças em duas amigas minhas. Ela começou a almoçar normalmente, sem problemas. Quando entraram no assunto das pimentas, eu não estava na cozinha, mas passei pela sala e vi ela colocando a mão no pescoço”, relata Matheus. Sandra, mãe de Matheus, afirma que todos estavam conversando sobre as pimentas, quando ela pegou o vidro de pimenta, cheirou e passou para a filha, o marido e Thais. “Thais não experimentou, apenas cheirou. Assim que cheirou a pimenta, ela disse que estava coçando a garganta. Eu larguei meu prato e fui atrás dela. Não passaram três minutos”, conta Sandra. “Ela foi para o banheiro, depois para o quarto, pegou a bombinha de asma e um comprimido. Eu desci correndo com ela e a levei para o hospital”, diz Matheus.

As câmeras de segurança registraram a cena em que Matheus, sua mãe e seu pai levaram Thais para o carro com pressa. Outro vídeo de um estabelecimento próximo mostrou o namorado desesperado pedindo aos motoristas que o deixassem passar em um semáforo. “Ela estava com falta de ar, tentando respirar, mas não conseguia. Quando chegamos ao hospital, ela perdeu o pulso. Eu estava dirigindo e senti que ela não estava respirando. Fiquei paralisado”, disse Matheus. “Minha mãe tentou fazer respiração boca a boca, mas não funcionou. Os médicos perceberam a gravidade e a levaram rapidamente para a maca. O médico disse que sua glote estava fechada e não permitia a passagem de ar”, acrescentou Matheus, que continua acompanhando o progresso médico de Thais. A Santa Casa de Anápolis, onde Thais está internada, informou que só fornece atualizações sobre o estado de saúde da jovem à família.