12 de julho de 2024
NotíciasPolíticaÚltimas

O governo de Goiás iniciou o processo de inscrições para o programa habitacional que oferece casas gratuitas em mais cinco cidades do estado.

A Agência Goiana de Habitação (Agehab), em parceria com o Governo de Goiás, está abrindo inscrições para casas totalmente gratuitas em mais cinco municípios. A modalidade Pra Ter Onde Morar – Construção é uma iniciativa que visa proporcionar moradia digna aos cidadãos, com todo o custo sendo coberto pelo Estado. As inscrições para Campestre de Goiás e Santo Antônio do Descoberto começaram em 02 de março e estarão abertas até o dia 16 de março, exclusivamente pelo site www.agehab.go.gov.br. Os próximos seis municípios a terem as inscrições abertas são Mairipotaba e Rio Verde, de 7 a 21 de março; Cristianópolis e Iporá, de 13 a 27 de março; e Damolândia e São João da Paraúna, de 20 de março a 3 de abril. Para candidatos sem acesso à internet ou com dificuldades em manusear computadores, as prefeituras estão disponibilizando pontos de apoio. Em Campestre, o ponto de apoio é o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), enquanto em Santo Antônio do Descoberto é a Diretoria de Habitação e Regularização Fundiária. Ao todo, serão 30 municípios contemplados na primeira etapa. A Agehab apenas repassará as atualizações do processo de inscrição para as famílias selecionadas.

Famílias com renda de até um salário mínimo, inscritas no CadÚnico, que residem há pelo menos três anos no município em questão e nunca foram beneficiadas por programas habitacionais, podem participar do processo seletivo para a modalidade Pra Ter Onde Morar – Construção. O Governo de Goiás, em parceria com os municípios, arca com os custos totais da construção das casas, enquanto as prefeituras disponibilizam o terreno e a infraestrutura. Cada casa tem um valor médio de R$ 127 mil e contém sala de estar/jantar, cozinha, circulação, dois quartos (sendo um de casal), um banheiro, área de serviço coberta, quintal, acesso de pedestre cimentado e recuo frontal gramado, com uma área construída mínima de 42 m². A primeira fase do programa prevê a construção de 1.369 casas em 30 municípios com um investimento de mais de R$ 155 milhões, enquanto a segunda e terceira fases contemplam mais 100 municípios e cerca de 6 mil unidades habitacionais. O programa é financiado pelo Fundo de Proteção Social de Goiás (Protege), sob a coordenação do Gabinete de Políticas Sociais (GPS).

Como fazer: Pelo site www.agehab.go.gov.br ou presencialmente nos pontos de apoios montados pelas prefeituras

Cronograma

Campestre de Goiás
Inscrições: 02/03 a 16/03
Ponto de apoio: CRAS – Rua São Paulo, esquina com a Avenida Brasil, Centro, Campestre de Goiás

Santo Antônio do Descoberto
Inscrições: 02/03 e 16/03 
Ponto de apoio: Diretoria de Habitação e Regularização Fundiária – Quadra 33, Lote 24, s/n, Centro, Santo Antônio do Descoberto

Mairipotaba
Inscrições: 07/03 a 21/03
Ponto de apoio: Sala da Secretaria de Assistência Social – Rua João Manoel nº 83, Centro, Mairipotaba

Rio Verde
Inscrições: 07/03 a 21/03
Ponto de apoio: Secretaria Municipal de Habitação e Regularização Fundiária – Avenida Presidente Vargas, nº 3.113, qd.43, lt.03 Vila Maria, Rio Verde

Cristianópolis
Inscrições: 13/03 a 27/03
Ponto de apoio: Secretaria Municipal de Assistência Social – Rua Wilson da Paixão, nº 1, Setor Central, Cristianópolis

Iporá
Inscrições: 13/03 a 27/03 
Ponto de apoio: Prefeitura Municipal de Iporá – Rua São José, nº 11, Centro, Iporá

Damolândia
Inscrições: 20/03 a 03/04 
Ponto de apoio: Prefeitura Municipal de Damolândia – Rua 9, nº 46-A, Vila São Sebastião, Damolândia

São João da Paraúna
Inscrições: 20/03 a 03/04 
Ponto de apoio: CRAS Claudivino Ferreira da Silva – Avenida Doracina M. Fortuna, Setor Antônio Cruz, São João da Paraúna

Foto: Octacílio Queiroz

Legenda: Casas a custo zero em processo de finalização em Rio Verde: mais de 1,3 mil moradias serão entregues nos 30 primeiros municípios