24 de julho de 2024
NotíciasPolíciaÚltimas

Batalhão Ambiental combate operação clandestina de mineração nas margens do Rio Corumbá.

Dois indivíduos abandonaram a balsa e se embrenharam na mata. Foram realizadas buscas, apreensão de material e a embarcação foi destruída.

(Foto: Divulgação/PMGO)

Em mais uma ação determinada a combater atividades de garimpo ilegal, o Batalhão Ambiental da Polícia Militar de Goiás realizou uma operação bem-sucedida no Rio Corumbá, resultando na destruição de uma balsa utilizada de forma irregular. A ação faz parte da Operação Ilicitum Aurum, que visa coibir a remoção clandestina de ouro na região.

Durante uma patrulha náutica, as equipes da PM flagraram duas balsas realizando atividades de extração de ouro. A primeira embarcação estava operando com três indivíduos a bordo e possuía todas as licenças permitidas da Agência Nacional de Mineração (ANM), não apresentando irregularidades após uma revista minuciosa.

No entanto, a situação foi diferente na segunda balsa avistada algumas milhas rio acima. Dois indivíduos que viajaram abandonaram o embarque e fugiram para a morte ao notarem a presença das autoridades. Durante uma vistoria na balsa, as equipes encontraram uma série de acusações de atividade ilegal, incluindo uma balança de precisão, anotações relatadas sobre a quantidade de ouro extraída, equipamentos comumente usados ​​na extração clandestina e uma quantidade significativa de mercúrio, um metal líquido altamente poluente frequentemente usado na depuração do minério.

Em resposta a essa descoberta, a corporação procedeu com a apreensão de todo o material e tomou a decisão de destruir a embarcação, que estava sendo usada como plataforma para atividades ilegais de garimpo.

Operação Ilicitum Aurum

Além desta operação bem-sucedida, a Polícia Militar de Goiás divulgou um balanço das últimas 24 horas, demonstrando seu comprometimento com a segurança pública. Durante esse período, foram realizadas 41 prisões em flagrante, bem como a recaptura de 37 foragidos da Justiça. A PM também apreendeu cinco armas de fogo, incluindo revólveres calibre .38, espingardas calibre 20 e 36, e uma carabina calibre 22, acompanhadas de 18 munições.

Na capital Goiânia, uma equipe da Rotam efetuou a prisão em flagrante de criminosos após uma tentativa de homicídio, resultando na detenção de três indivíduos (duas mulheres e um homem), a apreensão de uma arma de fogo calibre .38, três munições calibre . 38 intactas, e a apreensão de um veículo.

Essas ações demonstram o compromisso da Polícia Militar de Goiás em combater não apenas atividades criminosas em geral, mas também a exploração ilegal de recursos naturais, promovendo a preservação do meio ambiente e a segurança da comunidade. A Operação Ilicitum Aurum continua a ser uma resposta eficaz contra o garimpo ilegal na região, garantindo que as leis ambientais e minerárias sejam respeitadas.