22 de julho de 2024
EsporteNotíciasÚltimas

Vila Nova fica no empate contra a Ponte Preta, deixando a torcida desapontada no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga (OBA)

Para continuar na busca pelo acesso, o Vila Nova recebeu a equipe da Ponte Preta no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga (OBA) na sexta-feira (15), em jogo válido pela 28ª rodada da Série B.

Apesar de ter apresentado um desempenho superior, o Vila Nova desperdiçou algumas oportunidades valiosas, resultando em um empate de 1 a 1. Juan Christian marcou o gol para o Tigrão, enquanto Eliel empatou para os visitantes.

Com esse empate, o Vila Nova atingiu 46 pontos e temporariamente assumiu a 4ª posição na tabela, mas corre o risco de ser ultrapassado por seus concorrentes. Por outro lado, a Ponte Preta permanece na 14ª colocação, com 33 pontos. O próximo desafio do Tigrão será contra o Sampaio Corrêa, marcado para a próxima terça-feira (19) no Estádio Castelão. Enquanto isso, os paulistas enfrentarão o Mirassol no Estádio Moisés Lucarelli na sexta-feira (22).

No decorrer da partida, no ambiente do OBA, a torcida do Vila Nova compareceu em massa para apoiar sua equipe. Contra a Ponte Preta, o Tigrão dominou o primeiro tempo e teve várias chances claras de gol. Caio Dantas, por exemplo, recebeu a bola na marca do pênalti e disparou um chute forte, mas o goleiro fez uma defesa incrível. Em outra jogada, Guilherme Parede cabeceou dentro da área, mas novamente Caíque França, o goleiro adversário, fez uma grande defesa.

O time colorado continuou mostrando superioridade, e aos 32 minutos, Juan Christian não desperdiçou a oportunidade. Após um lançamento na área, Léo Duarte desviou a bola de cabeça, e Juan Christian chutou com precisão, abrindo o placar.

Igor Henrique (D) disputa bola com jogadores da Ponte Preta durante duelo no OBA (Wesley Costa/O Popular)

Apesar de ter tido poucas chances de ataque, a Ponte Preta respondeu logo em seguida. Aos 35 minutos, em um cruzamento vindo da direita, Eliel se destacou no meio da defesa e fez um gol de cabeça, empatando o jogo. No final do primeiro tempo, Guilherme Parede teve uma chance clara de marcar, mas Caíque França mais uma vez realizou uma defesa brilhante.