20 de julho de 2024
EsporteNotíciasÚltimas

Técnico Armando Evangelista é demitido do Goiás Esporte Clube na Reta Final

Com apenas quase 35% de aproveitamento a Comissão técnica liderada pelo português deixa o clube Esmeraldino.

Armando Evangelista comandou o Goiás em 26 partidas à beira do campo (Wesley Costa / O Popular)

A passagem de Armando Evangelista pelo Goiás chegou ao fim nesta terça-feira (14), com o clube optando pela sua saída durante a pausa para a data Fifa e anunciando a demissão pela manhã. O Alviverde volta a campo somente no dia 27, contra o Cruzeiro, tendo ainda quatro partidas para tentar garantir sua permanência na Série A do Campeonato Brasileiro.

O Goiás encontra-se na zona de rebaixamento, enfrentando uma ameaça cada vez maior de queda para a Série B, com um risco estimado de 92%, conforme dados do departamento de estatísticas de futebol da UFMG.

Em comunicado, o Goiás divulgou: “O Goiás Esporte Clube comunica o desligamento do treinador Armando Evangelista e sua comissão técnica da equipe de futebol profissional. Agradecemos pelos serviços prestados e desejamos sorte em suas carreiras.”

Armando Evangelista assumiu o comando do Goiás em 12 de junho e dirigiu a equipe em 26 jogos, sendo que em um deles, Leandrão assumiu temporariamente devido à falta de visto de trabalho do português. Foram 23 jogos na Série A e três na Copa Sul-Americana, resultando em apenas seis vitórias, nove empates e 11 derrotas.

A comissão técnica liderada por Evangelista deixa o clube com um aproveitamento de apenas 34,6%. No Brasileirão, o treinador iniciou na 17ª colocação, com 26,7% de aproveitamento, encerrando seu trabalho na 18ª colocação, com 34,3%.

Apesar de um bom desempenho defensivo inicial, a equipe experimentou uma queda de rendimento, sofrendo derrotas expressivas, como o placar de 6 a 4 contra o Bahia e 5 a 3 diante do Fluminense. Nos últimos seis jogos, foram quatro derrotas, levando o Goiás à 18ª posição, a três pontos do primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Além de Armando Evangelista, deixam a equipe o auxiliar técnico Antônio Machado, o preparador físico Filipe Freitas, o preparador de goleiros Helder Godinho e o analista de desempenho André Balinha. A princípio, a diretoria deverá indicar Leandro Campos, o Leandrão, como técnico interino para os quatro jogos finais contra Cruzeiro, Grêmio, Fortaleza e América-MG.