12 de julho de 2024
NotíciasPolíciaÚltimas

A Polícia Civil de Formosa prendeu um servidor público e dois empresários sob suspeita de fraude em licitações da Prefeitura Municipal, com um prejuízo estimado em R$ 7 milhões.

Uma operação do Ministério Público foi realizada para combater fraudes em licitações para aluguel de caminhões na Prefeitura de Formosa, resultando na prisão de um servidor e dois empresários. O desvio de dinheiro é estimado em R$ 7 milhões, com as investigações apontando que o dinheiro usado para alugar os veículos seria suficiente para comprá-los novos. A fraude teria ocorrido desde 2017 até este ano, com empresas organizando para que algumas delas oferecessem orçamentos muito altos, de forma que uma empresa já pré-selecionada ganhasse a licitação, mesmo com um valor superfaturado. O servidor preso era responsável por coletar propostas de empresas para fazer uma base do preço a ser colocado no edital, mas essas propostas já eram com um preço superfaturado. Além dos mandados de busca e prisão, a Justiça determinou a suspensão dos contratos com as empresas e sequestro de bens para garantir a devolução do dinheiro em caso de condenação. Os investigados podem responder por crimes como fraude a licitação, peculato, associação criminosa e corrupção.