24 de julho de 2024
EsporteNotíciasÚltimas

O Vila Nova em sua estreia na Série B foi impressionante, conseguindo uma vitória sólida sobre o Novorizontino no OBA

Imagem
Luanna Andrade/Pera Photo Press

O Vila Nova iniciou sua jornada na Série B de forma positiva, obtendo uma vitória importante sobre o Novorizontino no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga (OBA), no último sábado (15). Com gols do zagueiro Eduardo Doma e do atacante Guilherme Parede, o Tigre goiano venceu por 2 a 1, interrompendo uma série de oito jogos sem vitória na temporada. Apesar do gol de Adriano nos acréscimos, o time paulista não conseguiu reverter o resultado.

O Vila Nova não havia jogado desde 22 de março, quando empatou em 1 a 1 com o Cuiabá, na eliminação da Copa Verde. A última vitória do Tigre havia sido em 11 de fevereiro, quando venceu o Morrinhos por 3 a 0, pela 10ª rodada do Goianão.

A equipe colorada terá agora um intervalo de 15 dias sem jogos, e a data da partida da 2ª rodada contra o Sport ainda não foi confirmada, uma vez que o Leão está nas finais da Copa do Nordeste. O próximo compromisso do Vila Nova será em 30 de abril, novamente no OBA, contra o Juventude, pela 3ª rodada da Série B, às 18h15.

Como previsto, o Vila Nova apresentou novidades em seu time titular e no banco de reservas na partida contra o Novorizontino. Everton Brito e Caio Dantas iniciaram o jogo como titulares, enquanto Ulisses, Ronald, Cristiano e Luciano Naninho estavam entre as opções no banco.

Outra excelente notícia para os torcedores do Vila Nova foi o retorno do atacante Victor Andrade, que ficou afastado por dez meses devido a uma lesão no ligamento cruzado do joelho direito. O jogador voltou a ser relacionado para a disputa da Série B e traz mais opções e qualidade para o time colorado.

o Vila Nova promoveu mudanças tanto em sua escalação titular como em seu banco de reservas durante a partida contra o Novorizontino. Everton Brito e Caio Dantas foram escalados como titulares, enquanto Ulisses, Ronald, Cristiano e Luciano Naninho foram relacionados para a partida como opções no banco.

Outra ótima notícia para os torcedores do Vila Nova foi o retorno do atacante Victor Andrade, que ficou fora de ação por dez meses devido a uma lesão no ligamento cruzado do joelho direito. O jogador foi relacionado novamente para a disputa da Série B, trazendo mais opções e qualidade ao time colorado.

Guilherme Parede (E) e Ralf (D) se abraçam após o atacante marcar o segundo gol do Vila Nova no OBA (Wesley Costa/O Popular)

Após o gol, o Vila Nova manteve sua superioridade em campo, tanto no placar quanto no número de jogadores. Aos 19 minutos, Reverson fez uma falta forte no atacante Guilherme Parede, o que fez o árbitro Leo Holanda/CE assinalar a falta. No entanto, ele foi chamado pelo VAR, Emerson Ferreira/MG, para analisar o lance e possível expulsão. Após revisar as imagens, o árbitro confirmou a falta e mostrou o cartão vermelho para o jogador número 7 do time paulista.

Apesar da superioridade do Vila Nova na primeira etapa, houve momentos em que o Novorizontino conseguiu equilibrar a partida. O técnico Eduardo Baptista, então, optou por uma substituição, tirando o meia Rômulo e colocando o zagueiro Ligger. Com essa alteração, o time paulista passou a atuar com três zagueiros e teve uma melhora em seu desempenho. Aproveitando os espaços deixados pela equipe adversária, o Novorizontino criou chances de gol através de troca de passes, cruzamentos e faltas levantadas. No entanto, o time não conseguiu converter as oportunidades em gol. Já nos acréscimos do primeiro tempo, o goleiro Jordi errou em uma saída de bola e permitiu que o atacante Neto Pessoa dominasse a bola próximo da área e a tocasse para Guilherme Parede, que finalizou com força e ampliou o placar para o Vila Nova.