12 de julho de 2024
EsporteNotíciasÚltimas

O Atlético-GO esteve à frente do placar duas vezes, porém acabou cedendo o empate para o Sampaio Corrêa nos minutos finais.

Imagem

Na partida de estreia da Série B, o Atlético-GO esteve na liderança do placar duas vezes, no entanto, acabou cedendo o empate para o Sampaio Corrêa nos minutos finais do jogo disputado no Castelão neste sábado (15). Gustavo Coutinho marcou primeiro, Neto Paraíba igualou o marcador, Luiz Fernando e Rhaldney colocaram o Dragão na frente novamente, porém, nos momentos decisivos, a Bolívia empatou com dois gols, marcados por Vinícius Alves e Joécio, encerrando o jogo empatado em 3 a 3.

Durante a partida em São Luís, o Dragão demonstrou novamente algumas falhas defensivas semelhantes às apresentadas no último final de semana, quando conquistou o título do Goianão na Serrinha, contra o Goiás. O sistema defensivo não conseguiu neutralizar os cruzamentos, independentemente se eles fossem rasteiros ou pelo alto, resultando na perda das vantagens adquiridas ao longo do jogo – 1 a 0, 2 a 1 e 3 a 1 – e consequente cedência do empate.

O Atlético-GO foi para a partida fora de casa, na capital maranhense, com algumas informações prévias sobre o que esperar. O Dragão estava ciente de que jogaria em um gramado pesado no Castelão. Além disso, o sábado (15) foi marcado por chuvas em grande parte do Maranhão, o que deixou a grama bastante molhada e escorregadia, dificultando o controle da bola em alguns momentos. Durante uma cobrança lateral do Sampaio Corrêa-MA, a bola escapou das mãos de Mateus Pivô, e o lance foi revertido. Surpreendentemente, a torcida local, que geralmente comparece em grande número no Castelão, não apareceu. Assim, o Atlético-GO iniciou sua jornada na Série B.

Apesar de ter tido bons momentos no ataque, o Dragão cometeu falhas defensivas que não poderiam ter acontecido, como na saída de bola de Lucas Gazal. O zagueiro bateu na marcação adversária e acabou cedendo a bola livre para Ytalo. Porém, o atacante não conseguiu abrir o placar graças à ótima defesa de Ronaldo, que usou a perna para salvar o gol. O gol do Sampaio Corrêa mudou o rumo do jogo e afetou o Atlético-GO. Entretanto, o time goiano teve uma oportunidade de abrir o placar após um erro na saída de bola do Sampaio Corrêa. Shaylon fez uma bela assistência para Gustavo Coutinho, que dominou a bola, arrancou e tocou rasteiro para marcar o primeiro gol da partida aos 24 minutos.

Durante a etapa inicial, o Atlético-GO dominou as ações e tinha a vantagem no placar. No entanto, o Sampaio Corrêa conseguiu trabalhar bem uma jogada pelo lado direito e empatou a partida aos 41 minutos, com um chute rasteiro e colocado de Neto Paraíba, após passe de Vitinho. Mas o Dragão não permitiu que a torcida local comemorasse o empate por muito tempo, pois aos 43 minutos, Luiz Fernando chutou de primeira após receber um passe por cima da defesa de Moraes Júnior, que estava esperto e notou a saída da linha de impedimento.

Os problemas defensivos do Atlético-GO persistiram durante o segundo tempo, com Lucas Gazal cometendo um pênalti imprudente que poderia ter empatado o jogo, mas Ronaldo fez uma defesa importante e salvou a equipe aos 13 minutos. O Dragão ampliou sua vantagem aos 36 minutos, quando Marco Antônio ganhou na velocidade e deixou Rhaldney livre para marcar. No entanto, em outro vacilo, Vinícius conseguiu diminuir a diferença para a Bolívia Querida aos 38 minutos, após aproveitar um rebote de Ronaldo. O Atlético-GO continuou sofrendo pressão e não conseguiu segurar a primeira vitória na Série B, permitindo o empate de Joécio nos acréscimos, aos 50 minutos do segundo tempo.

Em coletiva no final da partida, o Presidente do Atlético Goianiense, Adson Batista, fala dos pontos negativos e pontos positivos, no jogo de estreia no Brasileirão Serie B 2023.