20 de julho de 2024
EducaçãoTecnologiaÚltimas

Lançado um novo programa em Goiás com foco em startups.

Os empresários estão familiarizados com os requisitos dos programas de suporte a empreendimentos inovadores em Goiás.

(Foto: Secti)

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) juntamente com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg) lançaram o AceleraGO powered by InovAtiva, um programa de aceleração de empresas voltado para concepções de novos empreendimentos inovadores. Este é o segundo programa direcionado a startups a ser lançado em um intervalo de duas semanas.

Nesta etapa inicial do AceleraGO, serão selecionadas 25 ideias ou projetos de negócios inovadores por meio de um edital, para serem acompanhados durante um período de 12 semanas. A participação acionária não é uma exigência, visto que o foco recai sobre startups em estágios iniciais de desenvolvimento que ainda não possuem registro de CNPJ.

Os participantes serão capacitados em empreendedorismo, receberão orientação de mentores e terão a chance de apresentar seus projetos em um evento final chamado “demoday”, onde oportunidades de conexão com potenciais parceiros comerciais, investidores e clientes serão disponibilizadas. As inscrições podem ser feitas até o dia 6 de setembro por meio do site.

José Frederico Lyra Netto, responsável pela Secti, destaca a importância do apoio do Estado para estimular o empreendedorismo.

“O governo desempenha um papel crucial em auxiliar os empreendedores, especialmente no começo, proporcionando aquele empurrão inicial. Estamos com dois programas com chamadas em aberto, o Madurar e o AceleraGO, criando um itinerário de desenvolvimento para startups. Enquanto um fornece mentoria para ideias inovadoras que têm potencial para se transformar em negócios, o outro pré-incuba startups em estágio inicial”, ele observa, fazendo referência ao programa Madurar, lançado em 31 de julho.

O programa Madurar é uma parceria entre o governo, através da Secti, e o Porto Digital, responsável pela administração do HUB Goiás, e tem como objetivo atender, no primeiro edital, 24 startups iniciantes. As inscrições permanecem abertas até 15 de setembro, também pelo mesmo site.

O Madurar contemplará diversas ações para os empreendimentos, incluindo workshops temáticos sobre desenvolvimento de soluções e modelagem de negócios, mentorias personalizadas e atividades de diagnóstico e avaliação.

Por outro lado, o AceleraGO é uma colaboração entre o Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), o Sebrae e a Fundação Certi. A iniciativa surgiu de discussões entre os integrantes do Pacto Goiás pela Inovação, no qual o governo é participante, e representantes do MDIC.

A execução do programa em Goiás é liderada pela Fapeg, com o apoio do Hub InovAtiva, que engloba uma série de iniciativas e programas voltados para startups e ecossistemas empreendedores inovadores.

(Foto: Secti)