20 de julho de 2024
SaúdeÚltimas

O Ministério da Saúde emitiu um alerta para que os grupos prioritários se vacinem contra a Influenza.

Apenas 73 mil pessoas foram vacinadas na primeira semana da campanha contra a Influenza, de um total de 2,5 milhões de pessoas que fazem parte dos grupos prioritários no Estado de Goiás. Profissionais da área da saúde estão preocupados com o aumento de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). A vacinação foi antecipada pelo Governo de Goiás para o dia 4 de abril, devido ao aumento de casos de SRAG nas últimas semanas. Até o momento, três mortes foram confirmadas por Influenza B no Estado. A superintendente de Vigilância em Saúde da SES-GO, Flúvia Amorim, alertou para a importância da cobertura vacinal e espera que a procura pela vacina aumente até 31 de maio. A Campanha de Vacinação contra a Influenza segue em todo o país até essa data, e tem como objetivo imunizar pelo menos 90% das pessoas que integram os grupos prioritários. Os grupos prioritários incluem idosos, trabalhadores da saúde, crianças de 6 meses a 6 anos, gestantes, entre outros.