12 de julho de 2024
NegóciosNotíciasÚltimas

Mais três empresas que vendem consórcio foram interditadas pelo Procon

Três empresas que vendem consórcios foram interditadas pelo Procon Goiás nesta segunda-feira (10/04), em uma ação de fiscalização na Cidade Empresarial, em Aparecida de Goiânia. Essa ação faz parte de uma operação conjunta com a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon) para investigar empresas desse setor em Goiás.

Todas as empresas interditadas têm denúncias no Procon Goiás e operam de maneira semelhante. O consumidor é atraído por anúncios de venda de veículos ou imóveis na internet ou nas redes sociais e promete receber o bem em poucos dias, após pagar um valor como entrada de um financiamento. No entanto, com o tempo, o consumidor descobre que foi vítima do “golpe do falso financiamento”, assinando um contrato de consultoria financeira ou cota de consórcio.

Muitas vezes, a devolução dos valores pagos é recusada pelos vendedores, deixando o consumidor sem o bem e sem o dinheiro da entrada. Durante a operação, os fiscais receberam reclamações de consumidores que foram vítimas dessas empresas, incluindo um casal que viajou de Minas Gerais até Goiânia para verificar um carro que havia sido anunciado no Facebook e um idoso que estava prestes a dar uma entrada de R$ 18 mil em um suposto financiamento para uma casa em Goiânia.

Nos últimos dias, o Procon Goiás tem realizado interdições em empresas que comercializam consórcio, em conjunto com a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon). De acordo com o superintendente do Procon Goiás, Levy Rafael Alves Cornélio, as ações são resultado do esforço conjunto das forças de segurança do estado e continuarão enquanto houver denúncias de lesão à população.

Desde o dia 24 de março, 11 estabelecimentos foram autuados e interditados por crimes contra a relação de consumo. Se o consumidor se sentir lesado, o Procon Goiás orienta que as denúncias sejam feitas pelos telefones 151 (Goiânia), (62) 3201-7124 (interior) ou pelo site Procon Web.