22 de julho de 2024
NotíciasÚltimas

Neste sábado, o Terminal Araguaia receberá a Meia Tarifa.

Terminal Araguaia passa a operar o Programa Meia Tarifa

A partir deste sábado (11/3), o Programa Meia Tarifa, do Governo de Goiás, passará a ser disponibilizado no novo terminal de transporte coletivo localizado no Setor Araguaia, em Aparecida de Goiânia. Com essa adição, a cidade passa a contar com três terminais que oferecem passagens internas ao valor de R$2,15, os outros dois são Vila Brasília e Maranata. Adriano da Rocha Lima, secretário-geral de Governo e presidente da CDTC, destaca a importância dessas iniciativas, como o Meia Tarifa, o Bilhete Único e o Passe Livre do Trabalhador, para modernizar e tornar o transporte coletivo mais atraente para a população.

Em mais quatro municípios da região metropolitana da capital, Senador Canedo, Trindade, Goianira e Nerópolis, o Programa Meia Tarifa já está em vigor. O Governo de Goiás, com o apoio das prefeituras de Goiânia, Senador Canedo e Aparecida de Goiânia, arca com um subsídio anual de cerca de R$120 milhões para garantir o preço reduzido da passagem.

No Terminal Araguaia de Aparecida, serão disponibilizadas sete linhas de transporte público com tarifa reduzida.

São elas:
340 – T. Araguaia / Parque Industrial Aparecida / Credeq
506 – T. Araguaia / Cepaigo
508 – T. Araguaia / Itamarati
509 – T. Araguaia / Rosa dos Ventos
522 – T. Araguaia / Expansul
550 – T. Araguaia / Tangará
563 – T. Araguaia / Polo Empresarial / Jardim Pampulha.

Os passageiros que desejam utilizar as linhas alimentadoras do Meia Tarifa devem embarcar pela porta dianteira dos veículos e respeitar a fila. O benefício está disponível para qualquer pessoa, sem a necessidade de cadastro. No entanto, caso o passageiro precise fazer a integração com outra linha que não faça parte do programa, é necessário validar o cartão para pagar a diferença da tarifa no próprio ônibus.

A partir de agora, o Terminal Araguaia estará aberto com a implantação do Programa Meia Tarifa. Não haverá mais bloqueio de linhas ou catracas para acessá-lo. Assim, as validações para a integração com outra linha serão realizadas dentro dos ônibus e o embarque deverá ser realizado pela porta da frente, como em qualquer ponto de ônibus. Com essa mudança, é importante que os passageiros respeitem a ordem de chegada e a formação da fila para o embarque, além de portarem o cartão Bilhete Único. Esse modelo de atendimento é adotado em várias cidades do país, como São Paulo e região metropolitana, e representa uma mudança de cultura no uso dos terminais.

Confira alguns exemplos:

  • 1º Exemplo: Saindo do Setor Rosa dos Ventos, em Aparecida de Goiânia, indo até o Centro de Aparecida de Goiânia.
  • Embarque na linha 509 no ponto 8019 (R$ 2,15), até o Centro de Aparecida de Goiânia, no ponto 7799.
  • 2º Exemplo: Saindo do Setor Rosa do Sul, em Aparecida de Goiânia, indo até a Praça Cívica no Centro de Goiânia.
  • 1º Embarque na linha 550 no ponto 8631 (R$ 2,15), indo até Terminal Araguaia.
  • 2º Embarque na linha 018 no T. Araguaia (R$ 2,15), indo até o ponto 1401 na Praça Cívica, Centro de Goiânia.


    3º Exemplo: Saindo da Praça Cívica, Centro de Goiânia, indo até o Setor Rosa do Sul, em Aparecida de Goiânia.
  • 1º Embarque na linha 018, no ponto 508 (R$ 4,30) na Praça Cívica, Centro de Goiânia, indo até Terminal Araguaia.
  • 2º Embarque na linha 550 (R$ 0,00) no Terminal Araguaia, até o ponto 8631, no Setor Rosa do Sul.