20 de julho de 2024
EconomiaModaNotíciasÚltimas

Indústria Goiana Registra 7ª Maior Alta do País e Impulsiona Economia

A indústria do estado de Goiás está em ascensão, ocupando o sétimo lugar na classificação nacional de crescimento, de acordo com um levantamento recente divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os números revelam que o setor industrial goiano apresentou um expressivo crescimento de 5,6% em agosto deste ano, em comparação ao mesmo período no ano de 2022.

Esses resultados positivos são um testemunho da resiliência e da capacidade de adaptação da indústria goiana, que tem superado desafios e mantido um desempenho sólido. Joel de Sant’Anna Braga Filho, titular da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Serviços, comenta sobre a excepcional posição de Goiás no cenário industrial brasileiro. O estado tem se destacado com força em atividades econômicas fundamentais, notadamente no setor de alimentos.

A ascensão notável do setor industrial goiano em agosto se deve a diversos fatores, incluindo o crescimento de atividades-chave da economia. A fabricação de produtos alimentícios apresentou uma impressionante variação de 10,3%, impulsionando o crescimento do setor. Da mesma forma, a fabricação de produtos químicos também exibiu um notável salto, com uma variação de 27,7%. Essas estatísticas demonstram a solidez desses segmentos industriais em Goiás.

Outros setores que merecem destaque são a fabricação de produtos farmoquímicos e farmacêuticos, que registrou um aumento de 16%, e os primeiros oito meses do ano revelaram uma alta de 8,7%. Esses números positivos indicam uma sólida base industrial no estado, com destaque para os produtos farmacêuticos e químicos.

Entretanto, vale destacar que nem todos os segmentos industriais goianos experimentaram crescimento. Algumas áreas enfrentaram desafios e reduções nas fabricações, como no caso de coque, produtos derivados de petróleo e biocombustíveis, veículos automotores, reboques e carrocerias, máquinas e equipamentos, além das indústrias extrativas e do setor de vestuário.

A pesquisa realizada pelo IBGE, denominada Pesquisa Industrial Mensal (PIM), revelou que a indústria brasileira também obteve avanços em outros estados, com nove dos 15 estados pesquisados apresentando crescimento industrial. Entre esses estados estão Amazonas, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, São Paulo e Goiás, que se destacaram por seu desempenho industrial sólido e positivo.

Esses resultados ressaltam o papel vital desempenhado pela indústria goiana no cenário econômico do país, contribuindo para o crescimento e a resiliência da economia estadual e nacional. A capacidade de adaptação e a diversificação dos setores industriais em Goiás são fatores fundamentais que continuam impulsionando o crescimento do estado.