12 de julho de 2024
NegóciosNotíciasPolíticaÚltimas

O edital de ônibus elétricos do Eixo-Anhanguera será revisado pelo Governo de Goiás.

Operação no Eixão continuará com ônibus articulados e biarticulados

O Governo de Goiás irá revisar o edital de ônibus elétricos para o Eixo-Anhanguera, devido à falta de interessados na licitação para a locação de 114 ônibus elétricos para a operação na região. A nova licitação será divulgada em abril, com a abertura das propostas prevista para o mesmo mês ou início de maio. O processo estava aberto desde o dia 10 de fevereiro e a falta de propostas no pregão eletrônico deixou o governo surpreso. O governador Ronaldo Caiado (UB) disse que está ansioso para falar com o secretário-geral da Governadoria, Adriano da Rocha Lima, para saber do resultado. A falta de propostas pode ter relação com a falta de definição dos limites da manutenção da frota, cuja responsabilidade, pelo edital de licitação, é da empresa a ser contratada. A Enel X e a CSBrasil entraram com impugnações ao processo licitatório, e as empresas fabricantes dos veículos elétricos demonstraram forte interesse, mas ainda falta acordo com as financiadoras. O governo irá apurar junto ao mercado quais os motivos da falta de propostas e fará alterações no edital para torná-lo mais atrativo, mas as mudanças não serão significativas.