22 de julho de 2024
NotíciasPolíciaÚltimas

Golpista que aplicava o famoso golpe do falso emprego foi capturado pela Polícia Civil de Goianésia após uma investigação

O estelionatário, identificado como Hoerberson Rodrigues Lima, enganou cerca de 20 vítimas na região. Ele se passava por um gestor de uma empresa multinacional sediada na área, oferecendo vagas de emprego e recrutando funcionários.

O golpista solicitava documentos, exigia exames médicos e contava com a ajuda de um cúmplice fictício para convencer as vítimas. Toda a negociação e assinatura de contratos eram feitas exclusivamente por meio do aplicativo de mensagens WhatsApp. Além disso, Hoerberson pedia às vítimas que fizessem depósitos bancários para supostos pagamentos de exames relacionados à Covid-19, como o teste PCR.

No entanto, em março deste ano, o criminoso desapareceu subitamente. As vítimas aguardaram por horas em pontos de ônibus, acreditando que seriam levadas para a empresa para uma palestra, mas Hoerberson bloqueou todos os contatos e desapareceu das redes sociais. Foi então que as vítimas registraram queixa na delegacia, iniciando a investigação policial.

Após um trabalho minucioso, a Polícia Civil descobriu que o suposto funcionário, que auxiliava o golpista nas negociações, nunca existiu. Era apenas um disfarce utilizado por Hoerberson para enganar suas vítimas. Além disso, constatou-se que o golpista já possuía antecedentes criminais e havia sido preso anteriormente pelo mesmo tipo de fraude em 2021.

Finalmente, as autoridades conseguiram localizar e prender o golpista em sua residência. Hoerberson será indiciado por estelionato. Com o intuito de identificar outras possíveis vítimas, de acordo com o interesse público e seguindo as diretrizes legais (Lei 13.869/2019 e Portaria 547/2021 – PCGO), a foto e informações do preso foram divulgadas. Essa medida visa auxiliar na identificação de outras pessoas que possam ter sido enganadas pelo golpista.