12 de julho de 2024
ModaNegóciosÚltimas

A produção no Cinturão da Moda aumentou mais de 50%.

Costureiras do Cinturão da Moda

A produção de peças no programa Cinturão da Moda teve um aumento significativo em março deste ano, com um salto de mais de 50% em relação a fevereiro. As costureiras do interior do estado confeccionaram 3,1 mil peças no mês, em comparação com as 2 mil peças feitas no mês anterior. Ao todo, mais de 7 mil peças foram produzidas nos três primeiros meses de 2023. Criado pelo Governo de Goiás em fevereiro de 2022, o programa visa impulsionar os setores de confecção no estado e gerar empregos e renda em municípios próximos à capital. Com a coordenação da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), em parceria com outras instituições, o programa pretende expandir sua atuação para 42 cidades do estado. Joel de Sant’Anna Braga Filho, titular da SIC, destaca que Goiás é o segundo maior polo de moda do país e trabalha para se tornar o primeiro.

CURSOS DO PROGRAMA CINTURÃO DA MODA

Em maio, a Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Serviços (SIC) promoverá a próxima etapa de cursos e treinamentos de corte e costura em 10 municípios de Goiás: Acreúna, Bela Vista de Goiás, Cidade Ocidental, Cristinópolis, Ipameri, Paranaiguara, Piracanjuba, Quirinópolis, Santa Tereza de Goiás. Além dos cursos, serão ministradas palestras com orientações sobre a criação de cooperativas de costureiras para a produção têxtil.