20 de julho de 2024
PolíciaPolíticaÚltimas

O reforço no combate à violência contra as mulheres em Goiás foi prometido pelo novo delegado-geral da Polícia Civil.

André Ganga assume como delegado-geral da Polícia Civil em Goiás — Foto: Vitor Santana/g1

O perito criminal Ricardo Matos assumiu a Superintendência da Polícia Científica e André Ganga foi empossado como novo delegado-geral da Polícia Civil em Goiás nesta segunda-feira (6). Em seu discurso, Ganga declarou que pretende fortalecer as delegacias de investigações especializadas, especialmente as de combate à violência contra as mulheres. Ele também afirmou que os indicadores desse tipo de crime serão medidos a cada seis meses e que as ações da Polícia Civil nas ruas serão intensificadas. O novo delegado-geral enfatizou que a parte operacional e investigativa da Polícia Civil serão integradas e as delegacias especializadas serão reforçadas para combater os crimes violentos.

Durante a cerimônia de posse, o coronel da PM Renato Brum, secretário de Segurança Pública, afirmou que a prioridade é implantar o conceito de cidade inteligente em Goiás, aumentando o número de câmeras nas ruas e reforçando a segurança nos presídios. Por essa razão, ainda não há data para a implantação das câmeras nas fardas dos militares. O novo superintendente da Polícia Científica, Ricardo Matos, prometeu dar continuidade aos trabalhos para garantir respostas rápidas e efetivas nas investigações policiais. Também foram nomeados os delegados Murilo Polati e Marcelo Aires para os cargos de delegado-geral-adjunto e superintendente de Polícia Judiciária, respectivamente. André Ganga, novo delegado-geral da Polícia Civil, destacou a importância de reforçar as delegacias especializadas no combate aos crimes violentos e integrar a parte operacional e investigativa da Polícia Civil. Com uma formação policial completa e experiência em diversas áreas, Ganga promete contribuir para a Segurança Pública de Goiás.