24 de julho de 2024
EsporteNotíciasPolíciaÚltimas

Foram encontradas 139 movimentações suspeitas em partidas ocorridas em 2022 pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

De acordo com informações do jornal O Globo, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) detectou 139 movimentações atípicas em partidas de futebol em 2022, o que representa um aumento de 56% em relação a 2021. Esses dados foram apresentados pela agência Sportsradar, especializada em monitoramento de apostas esportivas em âmbito mundial, que trabalha em contrato com a CBF e outras entidades internacionais, como a Conmebol, Uefa e Fifa, para identificar movimentações suspeitas em jogos específicos. Quando detectadas, essas informações são encaminhadas para as autoridades esportivas e policiais competentes para a investigação. Além do futebol, a agência identificou movimentações suspeitas em mais de mil partidas de 12 modalidades diferentes em 2022.

 

De acordo com comprovantes divulgados pelo ge.globo/go neste domingo (19), o ex-jogador do Vila Nova, Romário, recebeu adiantamentos de R$ 10 mil para manipular resultados de jogos da Série B, por meio da conta bancária do seu então colega de time, Gabriel Domingos, em três repasses distintos. A investigação do Ministério Público de Goiás apura manipulação de resultados em três jogos da Série B, nos quais pênaltis foram cometidos no primeiro tempo para beneficiar apostas casadas. Romário é um dos investigados por ter aceitado cometer um pênalti em um desses jogos, enquanto Gabriel Domingos é acusado de ter emprestado sua conta bancária para receber o pagamento do adiantamento. O dinheiro, no valor de R$ 10 mil, foi repassado pela empresa BC Sports Management, de Bruno Lopez, único preso na operação. As apostas planejadas visavam os jogos Criciúma x Tombense e Sampaio Corrêa x Londrina, nos quais os pênaltis foram de fato cometidos, e Vila Nova x Sport, no qual a manipulação não teve sucesso. Além de Romário e Gabriel Domingos, Mateusinho e Joseph, jogadores de outras equipes, também são alvos da investigação.