22 de julho de 2024
EducaçãoEsporteÚltimas

A 2ª edição da Copa Construindo Campeões tem a expectativa de receber em torno de 2 mil atletas no mês de julho.

A Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) do Governo de Goiás está promovendo a 2ª Copa Construindo Campeões, evento que reúne alunos do projeto de artes marciais do Estado. A competição será realizada entre os dias 7 e 9 de julho no Ginásio Rio Vermelho, em Goiânia, e contará com cerca de 2 mil participantes. As inscrições para a modalidade de karatê já estão abertas no site da Seel. O evento esportivo tem como objetivo promover a integração entre os participantes e incentivar a prática esportiva dentro das artes marciais.

Além da modalidade de karatê, a 2ª Copa Construindo Campeões contará com a inclusão de etapas do taekwondo, que acontecerá entre os dias 4 e 6 de agosto, e jiu-jitsu, nos dias 1º a 3 de setembro, ambas no Ginásio Rio Vermelho. As inscrições para essas modalidades serão abertas posteriormente. O evento contará com profissionais renomados para orientar os participantes e também terá palestras, workshops e outras atividades que visam a programação do esporte como instrumento de inclusão social e desenvolvimento humano.

O projeto Construindo Campeões foi criado em 2019 e atende crianças e adolescentes matriculados na rede pública de ensino e adultos de baixa renda. O projeto oferece aulas gratuitas de diversas modalidades esportivas de artes marciais, como karatê, judô, taekwondo, jiu-jitsu, wrestling e boxe. Atualmente, o projeto atende mais de 8 mil alunos em cerca de 80 municípios goianos. O governo disponibiliza kimonos e luvas para o uso durante a prática esportiva, equiparando-os aos utilizados pelos atletas de alta performance. O Secretário de Estado de Esporte e Lazer, Henderson Rodrigues, destacou a importância do evento para os participantes do projeto, afirmando que a Copa Construindo Campeões ajuda a transformar vidas e realizar sonhos.

O Ginásio Rio Vermelho, em Goiânia, reuniu mais de 1.600 alunos do projeto, acima de 3 anos, de 21 municípios representados, para disputas de karatê (Foto: Seel)