24 de julho de 2024
NotíciasPolícia

Um vídeo mostra o momento em que um homem é alvo de disparos dentro de uma distribuidora de bebidas, em Trindade

As imagens evidenciaram que a vítima estava ao ar livre quando foi atingida pelo primeiro tiro. Até o momento, a polícia não conseguiu localizar o suspeito do crime.
Vídeo mostra Jovem sendo executado a tiros dentro de distribuidora em Trindade (Reprodução/Câmeras de Segurança)

Um vídeo impactante registra o momento em que um homem, identificado como Igor Xavier da Silva, de 43 anos, é alvo de tiros fatais dentro de uma distribuidora de bebidas no Setor Vida Nova, em Trindade, na Região Metropolitana de Goiânia. O crime ocorreu por volta das 19h30 da última quarta-feira. As imagens de uma câmera de segurança revelam que Igor estava na rua conversando com duas pessoas quando foi atingido pelo primeiro tiro ainda do lado de fora do estabelecimento.

Segundo a Polícia Militar (PM), a suspeita do crime ainda não foi localizada. O vídeo mostra uma motocicleta se aproximando do local, um dos suspeitos desce do veículo e efetua o primeiro tiro contra a vítima. Em seguida, os atiradores entram na distribuidora e continuam os disparos. Mesmo ferido, Igor tenta fugir, mas é seguido pelo suspeito, que realiza mais dois disparos dentro do estabelecimento antes de fugir do local.

O nome do suspeito não foi divulgado pela polícia até o momento desta reportagem, dificultando a localização de sua defesa. De acordo com o boletim de ocorrência, o proprietário da distribuidora acionou o Corpo de Bombeiros, que prestou os primeiros socorros a Igor no fundo do estabelecimento. No entanto, durante o atendimento, os bombeiros constataram a ausência de sinais irrelevantes. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também chegou ao local e confirmou o óbito.

A Polícia Civil de Goiás informou que o caso está sendo investigado por meio de um inquérito policial instaurado no Grupo de Investigação de Homicídios de Trindade – 16⁰ DRP.

Igor Xavier da Silva, estava na rua conversando com duas pessoas, quando foi atingida pelo primeiro disparo (Reprodução/Redes Sociais)