12 de julho de 2024
NegóciosNotíciasÚltimas

A Suprema Corte brasileira (STF) concedeu autorização para que a extração de amianto em Minaçu possa ser retomada, com o objetivo de ser exportado para outros países.

Sama volta a lucrar depois de retomar produção e vendas - Empreender em  Goiás

Após cinco anos de disputa judicial, o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou a retomada da extração do amianto crisotila em Minaçu, no norte de Goiás, apenas para exportação. A Eternit, responsável pela Sama, empresa que explora o mineral na cidade, divulgou uma nota aos investidores informando que seguirá com sua operação baseada na lei estadual. A extração do amianto foi proibida no Brasil em 2017 por conter substância cancerígena, mas a lei estadual de 2019 autorizou a retomada para exportação. No entanto, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) suspendeu a exploração em novembro de 2022, mas o STF cassou a decisão do STJ e suspendeu o andamento do processo até o julgamento final do assunto pelos ministros. A data dessa avaliação ainda não foi definida.