12 de julho de 2024
NotíciasPolíticaÚltimas

Na próxima sexta-feira (12), será realizado o sorteio de casas sem custo algum em Santo Antônio do Descoberto

Nesta sexta-feira (12/5), a Agehab irá sortear as primeiras 28 casas a custo zero do programa Pra Ter Onde Morar – Construção em Santo Antônio do Descoberto, sendo a terceira cidade a definir as famílias beneficiárias após Hidrolândia e Campestre de Goiás. A segunda fase do programa contemplará outras 18 casas na cidade. O sorteio acontecerá às 15 horas na quadra do Colégio Paroquial Santo Antônio e poderá ser acompanhado presencialmente pelas famílias inscritas ou online nas contas oficiais da Agehab no YouTube e no Facebook. Haverá também um sorteio de cadastro reserva caso alguma família não apresente a documentação exigida. Para Alexandre Baldy, presidente da Agehab, o programa tem sido gratificante ao beneficiar famílias necessitadas que sonham com a moradia própria.

Um exemplo ocorreu em Campestre de Goiás, onde a jovem técnica Bruna Natiely Rodrigues Pereira, de 25 anos, ficou sem palavras ao ter seu nome anunciado pelo locutor no telão. Ela foi cercada por amigos que a abraçaram, e não conseguiu conter as lágrimas ao saber que havia sido uma das contempladas.

Diferentes órgãos de controle, incluindo o Ministério Público, foram convidados para garantir a transparência do sorteio. O processo é conduzido pelo software Paladio Sors, criado pela equipe de TI da Agehab e é completamente auditável.

O programa Pra Ter Onde Morar – Construção, que disponibiliza casas a custo zero, é uma parceria entre o Governo de Goiás e a Prefeitura de Santo Antônio de Descoberto, que doou o terreno e a infraestrutura. Cada unidade habitacional custa em média R$ 127 mil e o projeto já está em andamento em 130 municípios, com a construção de seis mil residências. Os recursos são provenientes do Fundo de Proteção Social de Goiás (Protege), gerenciado pelo Gabinete de Políticas Sociais (GPS).

Além disso, na cerimônia serão distribuídos os cartões restantes da modalidade Aluguel Social do programa Pra Ter Onde Morar, destinados a 32 famílias previamente convocadas, que não compareceram para receber o benefício.