20 de julho de 2024
NotíciasPolíciaPolíticaÚltimas

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) apresentou acusação formal contra o prefeito de Iporá e líder sindical, por instigar a violência contra membros do Partido dos Trabalhadores (PT).

Em Iporá, documentação de recondução de Naçoitan Leite ao cargo de prefeito  foi executada - Jornal O+Positivo

O prefeito de Iporá e sindicalista rural, Naçoitan Araújo Leite, foi denunciado pelo Ministério Público de Goiás (MPGO) por incitar publicamente a prática de crime, conforme o artigo 286 do Código Penal. O promotor de Justiça Luís Gustavo Soares Alves moveu a ação penal, acusando Naçoitan de ter proposto atentados a simpatizantes e filiados do Partido dos Trabalhadores (PT) via WhatsApp. A denúncia destaca que, embora Naçoitan seja prefeito, ele foi denunciado na condição de sindicalista, uma vez que a conduta praticada não está relacionada ao cargo político ocupado. Em março de 2022, Naçoitan enviou um áudio a um grupo de WhatsApp mantido pelo Sindicato Rural de Iporá, ofendendo um homem que contribuiu financeiramente para a confecção da fachada do sindicato e incitando a prática de crimes contra a vida e a integridade física de simpatizantes ou filiados do PT, o que constituiu uma afronta a bens jurídicos protegidos.