12 de julho de 2024
EducaçãoNotícias

O professor e sociólogo Silvio Costa, de Goiás, faleceu aos 69 anos.

O professor Silvio Costa, sociólogo goiano, faleceu aos 69 anos de idade, vítima de um infarto, na manhã de quarta-feira (15) em Goiânia. Ele era professor na Pontifícia Universidade Católica de Goiás desde o final dos anos 1970 e sócio titular do Instituto Cultural Bernardo Élis Para os Povos do Cerrado (Icebe). Além disso, ele era um grande defensor da democracia brasileira. O velório será às 17h e o sepultamento às 19h no Cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia. O professor passou mal em casa e chegou a ser levado para atendimento médico, mas não resistiu. Silvio era originário de Lagolândia, distrito de Pirenópolis, e graduou-se em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1977. Ele era casado com a historiadora Lúcia Rincon e deixou três filhos, João, Silvio e Paula, além de três netos. A Associação de Professores da PUC-GO (Apuc) informou em nota que o professor Silvio Costa era um firme defensor da democracia e pioneiro no movimento sindical de docentes em Goiás. Ele tinha grande experiência profissional em Movimento Sindical, Brasil e Espanha. Na década de 1970, começou a atuar no movimento político-partidário e sindical, participando ativamente da fundação do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) em Goiás. Ele também foi eleito presidente do Sindicato dos Professores de Estado de Goiás, atual Sinpro-GO.

O presidente do Icebe, Nilson Jaime, lamentou a morte do professor, que era um grande intelectual e ardoroso defensor da democracia. Silvio Costa era um dos maiores especialistas brasileiros em Revolução Francesa e autor de bons livros sobre o tema. Sua morte deixa um vazio no sindicalismo e na historiografia de Goiás, disse Jaime. O Instituto Cultural Bernardo Élis Para os Povos do Cerrado (Icebe), o Instituto Histórico e Geográfico de Goiás (IHGG), a Associação Goiana de Imprensa (AGI) e o Projeto GOIÁS +300 emitiram uma nota conjunta em solidariedade pela morte do professor Silvio Costa.