24 de julho de 2024
AgronegócioNotíciasÚltimas

No mês de janeiro, o milho superou a soja e tornou-se o produto mais exportado.

Desde novembro do ano passado, quando a China começou a comprar o grão, o milho se tornou o principal produto de exportação de Goiás, ultrapassando o complexo soja que sempre liderou o ranking. Em janeiro de 2023, as exportações de milho chegaram a 514,6 mil toneladas, com um valor de 145,8 milhões de dólares, enquanto o complexo soja registrou 235,7 mil toneladas e 139,6 milhões de dólares. Comparando com janeiro de 2022, as exportações de milho cresceram 170,3% em volume e 219% em valor, enquanto as de soja caíram 58,2% em quantidade e 52,7% em valor. Os dados foram divulgados pelo Agrostat do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa).

Tiago Mendonça destaca que, apesar de nos anos anteriores a soja ter liderado o ranking de valor de exportação em Goiás, a situação mudou desde novembro de 2022, quando a China começou a importar milho do Brasil e entrou na lista de compradores do grão no estado. Esse fato, aliado ao conflito na Ucrânia e à colheita lenta da soja, resultou no aumento das exportações de milho em relação à soja. No mês de novembro, a China comprou 26,1 mil toneladas de milho de Goiás, ficando em sexto lugar no ranking de compradores, enquanto a Coreia do Sul liderou com 144,5 mil toneladas. Em dezembro, a China se tornou o maior comprador de milho goiano, com 295,7 mil toneladas, e manteve essa posição em janeiro, quando foram exportadas 134,2 mil toneladas para aquele país. No total, em janeiro, a China comprou 983,7 mil toneladas de milho do Brasil, no valor de 271,4 milhões de dólares.

Além do milho e da soja, outros produtos do setor agropecuário foram exportados em janeiro, como o complexo sucroalcooleiro, carnes, couros, produtos oleaginosos e produtos têxteis, entre outros. No mês de janeiro, as exportações do agro goiano totalizaram 490,6 milhões de dólares, enquanto as importações foram de 9 milhões de dólares, sem considerar produtos químicos como fertilizantes. Goiás é o segundo maior exportador de milho para a China entre os estados brasileiros, atrás apenas de Mato Grosso.