20 de julho de 2024
EsporteÚltimas

Max Verstappen: O Tricampeão que Deixa sua Marca na Fórmula 1.

No sábado, 7 de novembro, Max Verstappen, de 25 anos, conquistou seu lugar na história da Fórmula 1 ao se tornar tricampeão da categoria. Essa vitória é mais um capítulo brilhante na carreira do jovem holandês.
Max Verstappen comemora título com equipe Red Bull Racing (@redbullracing/Twitter/Divulgação)

A conquista do título veio de forma inesperada, durante uma corrida “sprint” de menor duração no autódromo de Losail, no Qatar. Seu companheiro de equipe, Sérgio Perez, era o único competidor que ainda tinha uma chance matemática de alcançar Verstappen em pontos, mas um acidente durante a corrida garantiu o tricampeonato ao holandês.

As comparações com grandes nomes da Fórmula 1, como Ayrton Senna, Nelson Piquet, Niki Lauda, Jackie Stewart e Jack Brabham, que também conquistaram três títulos, já estão sendo feitas. E Verstappen se destaca em muitos aspectos.

Nesta temporada, Verstappen venceu 13 das 16 etapas disputadas até agora, elevando-o à quinta posição no ranking de pilotos com mais vitórias na Fórmula 1, com um total de 48 vitórias. Ele ultrapassou Ayrton Senna, que teve 41 vitórias em sua carreira. Essa conquista é ainda mais notável quando se considera que Verstappen está à frente de todos os outros “apenas” tricampeões em termos de vitórias na categoria.

Em média, Verstappen venceu 26,82% das corridas que disputou, enquanto Senna triunfou em 25,47%, uma diferença ligeira, mas que destaca a jornada do holandês. No entanto, é importante lembrar que Senna competiu em uma época mais competitiva da Fórmula 1, com rivais como Alain Prost em sua própria equipe.

Verstappen começou a temporada de 2023 de maneira competitiva, com uma alternância no topo do pódio entre ele e seu companheiro de equipe Pérez nas primeiras quatro corridas. No entanto, a partir desse ponto, Verstappen conseguiu 10 vitórias consecutivas, solidificando seu domínio na categoria e levando alguns a afirmarem que ele estava disputando um campeonato à parte.

Esse período de domínio também coincidiu com uma queda no engajamento da Fórmula 1 nas redes sociais, com menções negativas aumentando em comparação aos anos anteriores. A competitividade diminuída nas corridas pode ter contribuído para essa tendência.

Verstappen provou sua capacidade de adaptar-se a diferentes regulamentos da Fórmula 1 e competir em um nível excepcional. Ele venceu seu primeiro título em uma emocionante batalha com Lewis Hamilton em 2021 e, em 2022, superou a desafiadora Ferrari para garantir seu segundo campeonato, mesmo estando significativamente atrás na pontuação em um ponto da temporada.

Agora, com seu terceiro título, Verstappen está a caminho de se juntar aos maiores campeões da Fórmula 1. Ele está a apenas quatro títulos de igualar Michael Schumacher e Lewis Hamilton, com sete cada, e está determinado a continuar sua escalada até o topo.

À medida que a temporada de 2023 continua, Max Verstappen terá mais oportunidades para mostrar sua excelência nas pistas e solidificar seu lugar como um dos maiores pilotos da história da Fórmula 1. Com a Red Bull como equipe dominante, seu futuro na categoria parece brilhante e cheio de promessas.

Max Verstappen comemora título da equipe Red Bull Racing (@redbullracing/Twitter/Divulgação)