24 de julho de 2024
NotíciasReligiãoÚltimas

Juíza ordena a reintegração de posse do Morro da Serrinha, em Goiânia.

No dia 25 de abril, a juíza Zilmene Gomide, da 4ª Vara da Fazenda Pública, determinou a reintegração de posse do Morro da Serrinha, em Goiânia, para o Estado de Goiás. A medida autoriza o uso da força policial, caso haja resistência por parte dos mais de 15 ocupantes e da entidade evangélica citada na ação movida pelo governo de Goiás.

A ocupação do Morro da Serrinha por autodenominados pastores evangélicos vem sendo investigada pela Polícia Civil desde janeiro deste ano, quando foram registradas denúncias de crimes ambientais e perturbação do local. Tendas foram erguidas para abrigar moradia e atividades religiosas dos grupos “1º é Deus” e “Instituto Grupo Resgate de Almas para Cristo (Igrac)”, o que resultou em três suspeitos indiciados por invasão irregular de área ecológica e impedimento de regeneração natural da vegetação.

A magistrada determinou ao oficial de Justiça responsável que, após a reintegração de posse, os ocupantes encontrados no local sejam citados e tenham 15 dias para contestar o pedido de reintegração.