24 de julho de 2024
EsporteNotíciasÚltimas

Goiás Consegue Empate contra Líder Botafogo e Sai da Zona de Rebaixamento no Brasileirão

O Goiás inaugura o marcador no Rio de Janeiro, porém, concede o empate ao líder da Série A.

Bruno Melo (E) disputa bola pelo alto com Diego Costa (André Fabiano/Código 19/Folhapres)

Na noite desta segunda-feira (2), o Goiás enfrentou o líder do Campeonato Brasileiro, o Botafogo, e conseguiu um empate por 1 a 1. Embora o time esmeraldino não tenha voltado a vencer na Série A, o resultado foi suficiente para tirá-los da zona de rebaixamento. Com esse empate, o Goiás somou mais um ponto, totalizando 27 na competição, e subiu para a 16ª colocação, empurrando o Vasco para a zona de degola.

O empate foi um resultado que não agradou totalmente às duas equipes, já que ambas ampliaram seu jejum de partidas sem vitórias. Entretanto, no geral, o Goiás saiu mais satisfeito, pois conseguiu se afastar da zona de rebaixamento, apesar de uma sequência de seis jogos sem vencer no Brasileirão.

Por outro lado, o Botafogo, líder da Série A, chegou ao seu quinto jogo consecutivo sem vitória na competição e está a sete pontos de distância do vice-líder RB Bragantino, aumentando a pressão sobre o técnico Bruno Lage, que foi hostilizado na saída de campo.

O lateral direito Maguinho, do Goiás, destacou a importância do ponto conquistado e projetou a continuação da reação da equipe no próximo confronto contra o Bahia. “Agora é trabalhar para fazer o dever de casa”, afirmou o jogador após a partida.

No Estádio Nilton Santos, em um gramado sintético molhado, o Goiás mostrou sua solidez defensiva, marcando com força e eficiência no primeiro tempo e não dando espaço para o Botafogo criar jogadas. Apesar de um momento de desatenção da defesa do Goiás, que permitiu uma chance a Diego Costa, o goleiro Tadeu conseguiu fazer a defesa.

O gol do Goiás veio por meio de uma jogada de bola parada. Aos 26 minutos, o meia Guilherme Marques cobrou um escanteio rápido no primeiro poste, e o zagueiro Lucas Halter antecipou-se à marcação, desviando a bola de cabeça. O goleiro Lucas Perri não conseguiu evitar o gol.

A torcida do Botafogo começou a ficar impaciente com a equipe e com o técnico Bruno Lage, que havia deixado o artilheiro Tiquinho Soares no banco. O Goiás foi para o vestiário com a vantagem no placar.

No segundo tempo, Bruno Lage optou por colocar Tiquinho Soares em campo, o que deu uma nova dinâmica ao líder do campeonato. Logo aos 6 minutos, Tiquinho Soares recebeu a bola na intermediária, avançou com ela dominada e finalizou com precisão, marcando o gol de empate do Botafogo. A bola ainda desviou levemente no joelho de Lucas Halter, tirando qualquer chance de defesa do goleiro Tadeu, e entrou no ângulo após bater na trave.

Com o empate, o Botafogo cresceu na partida, e o Goiás precisou se reorganizar defensivamente para evitar uma virada. O time alvinegro chegou perto de marcar o segundo gol ao acertar a trave com o meia Tchê Tchê. No entanto, o Goiás mostrou valentia e conseguiu segurar o resultado, o que lhes rendeu um ponto e a saída da zona do rebaixamento.

O próximo desafio do Goiás será um confronto direto com o Bahia no próximo sábado (7), às 16 horas. Já o Botafogo enfrentará o Fluminense em um clássico no Maracanã no domingo (8).

Lucas Halter marca o gol do Goiás contra o Botafogo, no Estádio Nilson Santos (Satiro Sodré/DiaEsportivo/Folhapress)

Ficha Técnica:

  • Local: Estádio Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro (RJ).
  • Data: 2/10/2023 (segunda-feira)
  • Árbitro: Braulio da Silva Machado (FIFA/SC)
  • Assistentes: Guilherme Dias Camilo (FIFA/MG) e Thiaggo Americano Labes (SC)
  • VAR: Rafael Traci (VAR-FIFA/SC)

Escalações:

Botafogo: Perri, Tchê Tchê (Di Plácido), Adryelson, Cuesta e Hugo; Marlon Freitas, Gabriel Pires (Tiquinho Soares) e Eduardo; Júnior Santos (Luis Henrique), Diego Costa e Victor Sá (Segovinha). Técnico: Bruno Lage.

Goiás: Tadeu; Maguinho, Lucas Halter, Bruno Melo e Hugo; Willian Oliveira (Sidimar), Morelli e Guilherme Marques (Raphael Guzzo); Allano (Apodi), João Magno (Matheus Babi) e Anderson Oliveira (Alesson). Técnico: Armando Evangelista.

Gols:

  • Lucas Halter aos 26 minutos do 1º tempo (Goiás);
  • Botafogo aos 6 minutos do 2º tempo (Botafogo)

Público: 34.294 presentes

Renda: R$ 1.371.485,00