24 de julho de 2024
NotíciasSaúdeÚltimas

Goiânia Bate Novo Recorde de Calor para Novembro e Previsão Indica Mudanças Climáticas

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, o recorde anterior para o mês de novembro foi estabelecido no dia 15, com os termômetros marcando 39,4ºC.
Onda de calor deve atingir pico e ter novo recorde de temperatura em Goiânia (Benedito Braga)

Na última quinta-feira (16), Goiânia testemunhou um episódio meteorológico histórico ao registrar a mais alta temperatura já registrada para o mês de novembro. Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os termômetros atingiram a marca de 39,7ºC durante a tarde, marcando um recorde desde o início das medições em 1961.

O recorde anterior para o mês, que era de 39,4ºC, foi estabelecido no dia 15, conforme relatório do Inmet. A persistência dessas temperaturas extremas levanta preocupações sobre os impactos das mudanças climáticas na região, destacando a necessidade de atenção às condições meteorológicas.

Um fator que contribuiu para a expectativa de uma queda nas temperaturas foi a presença de um corredor de umidade, conforme indicado pelo Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas do Estado de Goiás (Cimehgo). No entanto, a meteorologista Gayse Suellen Moraes, do Inmet, esclareceu que esse fenômeno não resultará em uma redução significativa do calor. Pelo contrário, espera-se que cause pancadas de chuva, oferecendo algum alívio à população.

Moraes explicou: “Uma frente fria está no oceano e vai canalizar mais umidade na região central do país, proporcionando a formação de nuvens e instabilidades, o que pode resultar em pancadas de chuva. Apesar disso, as temperaturas permanecerão elevadas, com calor e sensação de abafamento.”

As previsões indicam que, para sexta-feira (17) e sábado (18), Goiânia continuará experimentando temperaturas entre 37°C e 39°C durante a tarde, com a possibilidade de pancadas de chuva no período vespertino e noturno. No domingo (19), há um alerta para chuvas intensas, possivelmente acompanhadas de tempestades, devido ao aumento do calor e à chegada de umidade do oceano.

Dessa forma, a população deve permanecer atenta às condições climáticas em constante mudança, enquanto as autoridades destacam a importância de medidas preventivas diante das alterações significativas no clima.

Vista do Centro Cultural Oscar Niemeyer ao pôr do sol, em Goiânia — Foto: Drones skyview/Arquivo pessoal