20 de julho de 2024
GastronomiaNegóciosÚltimas

O preço do gás de cozinha em Goiás sofrerá um aumento de até R$ 6.

noticia-botijao-gas.jpg

O preço do botijão de gás de cozinha pode subir em até R$ 6 devido a um reajuste de 7% decorrente do aumento do ICMS. Segundo o presidente do Sindicato das Empresas Revendedoras de Gás da Região Centro-Oeste (Sinergás), Zenildo Dias do Vale, o governo estadual já havia aumentado o imposto em 1,62% em janeiro, que não foi repassado aos consumidores, e um novo aumento de 1,82% foi aplicado nesta quarta-feira (02). Além disso, no mês passado houve um aumento salarial de 7% para os funcionários do setor.

Consequentemente, o valor do botijão de gás, que atualmente custa entre R$ 110 e R$ 120, sofrerá um aumento de R$ 6, representando um reajuste de 7%. O presidente do Sindicato das Empresas Revendedoras de Gás da Região Centro-Oeste (Sinergás), Zenildo Dias do Vale, explicou que o ICMS foi reajustado pelo governo estadual em 1,62% em janeiro e 1,82% em 2 de março, mas esses aumentos não foram repassados aos consumidores até então. No mês passado, houve um aumento salarial de 7% para os funcionários do setor. Desde julho do ano passado, o preço do botijão subiu 45%, já que naquela época era comercializado a R$ 70. Dias do Vale espera que os preços permaneçam estáveis pelo resto do ano, mas prevê que o ICMS continue sendo reajustado até junho pelo governo estadual. A partir de segunda-feira (06), os consumidores já sentirão o impacto do aumento no preço do gás de cozinha. Os revendedores ainda precisam vender os botijões que estão em estoque sem o acréscimo no preço. O reajuste no preço se deve ao repasse do aumento do ICMS, que subiu de R$ 1,82 para R$ 2,50.

A Supergasbras informou aos revendedores que o preço do gás de cozinha será fixado em uma tabela, refletindo o PMPF utilizado para calcular o ICMS a partir de 1º de fevereiro de 2023. Em novembro do ano passado, o produto teve uma queda de preço de 5,3%, enquanto que dois meses antes houve um aumento de 5% nas revendedoras de Goiás.