20 de julho de 2024
NotíciasPolíciaÚltimas

Delivery de açaí era fachada para a venda de entorpecentes, em Goianésia

O Grupo Especial de Repressão a Narcóticos da 15ª Delegacia de Polícia de Goianésia, com apoio da CPE/27ªCIPM/Goianésia, do GIH/Anápolis, do 4º DP de Aparecida de Goiânia e do CORE/GT3, realizou hoje, 24, a Operação Deliveryman, visando combater o tráfico de drogas na cidade de Goianésia e arredores.

Um total de 12 medidas cautelares foram cumpridas. Em Aparecida de Goiânia, foram apreendidas duas armas de fogo, um veículo TOYOTA/Hilux, celulares e tablets. Em Goianésia, foram confiscadas várias porções de cocaína, balanças de precisão, uma arma de fogo, celulares, dinheiro, cartões bancários, um automóvel VW/Polo, uma caminhonete CHEVROLET/Montana e três motocicletas utilizadas para a entrega de açaí e drogas.

Como resultado das apreensões, quatro pessoas foram detidas em flagrante por tráfico de drogas e posse de arma de fogo.

A operação recebeu o nome de Deliveryman, em referência ao termo inglês para entregador, pois a associação criminosa utilizava um serviço de entrega de açaí como fachada para a venda de substâncias ilícitas. O estabelecimento que servia como fachada possuía várias câmeras de segurança para monitorar a movimentação de usuários e policiais.