24 de julho de 2024
EducaçãoPolícia

Condenado por ‘stalkear’ colega de sala nas redes sociais, em Catalão

Um homem foi condenado pelo crime de perseguição, também conhecido como “stalking”, contra uma colega de sala em Catalão, no sudeste de Goiás. O réu perseguia a vítima em todos os lugares, enviava mensagens pelas redes sociais e frequentava a mesma igreja que ela. A relação de amizade foi mal interpretada pelo acusado, e ele enviou uma série de mensagens à vítima pedindo para que ela não o bloqueasse.

O juiz considerou que o crime foi comprovado pelos depoimentos, prints das mensagens e medidas protetivas concedidas. O homem foi condenado a pagar dois salários mínimos em favor da vítima, em vez de cumprir pena privativa de liberdade. O nome do condenado não foi divulgado.