12 de julho de 2024
EsporteNotíciasÚltimas

Armando Evangelista alcança a marca de três meses de atuação no Goiás, e o capitão antecipa um progresso contínuo.

O treinador solucionou questões, desempenhou um papel fundamental na reformulação da equipe e lidera a recuperação do time no Campeonato Brasileiro.

Armando Evangelista, técnico do Goiás (Wesley Costa/O Popular)

O técnico Armando Evangelista completa três meses no comando da equipe técnica do Goiás neste 12 de setembro. O treinador português atingiu seu primeiro objetivo ao tirar a equipe da zona de rebaixamento e agora trabalha para garantir a permanência na Série A. Os jogadores abraçaram a filosofia do treinador e estão contentes com o impacto que ele teve.

Armando Evangelista foi oficialmente apresentado como técnico do Goiás em 12 de junho, quando a equipe estava na 17ª posição na tabela do Brasileirão após dez rodadas e tinha a quarta pior defesa do campeonato. Gradualmente, o treinador português solucionou os problemas defensivos, contribuiu para a reformulação do elenco esmeraldino e levou o time para fora da zona de rebaixamento. Além disso, o Goiás abriu uma vantagem de quatro pontos em relação ao G4 e desfrutou de uma série de oito jogos sem derrotas no Brasileirão.

Na Copa Sul-Americana, Armando Evangelista liderou a equipe até as oitavas de final como líder do grupo, mas infelizmente o time goiano foi eliminado pelo Estudiantes-ARG.

O capitão Tadeu enfatizou: “A filosofia é diferente da que eu, que estou aqui há mais tempo, estava acostumado. Os resultados positivos refletem a evolução da equipe, algo que todos podem ver. Claro, ainda há áreas a serem aprimoradas, mas a equipe evoluiu e realizou atuações muito boas, demonstrando o trabalho deles nos jogos.”

Para o goleiro esmeraldino, a chegada da nova comissão técnica não apenas mudou a forma de jogar do Goiás, mas também a maneira geral de enxergar o futebol e seus processos.

Armando Evangelista, técnico do Goiás (Wesley Costa/O Popular)