12 de julho de 2024
NotíciasPolíciaÚltimas

Policial Penal e Vigilante Temporário são Presos por Facilitar Fuga de 14 Detentos em Presídio de Trindade.

Detalhes chocantes sobre a fuga em massa revelam alegada colaboração interna em troca de dinheiro.

14 detentos fugiram do presídio de Trindade (Divulgação/DGAP)

Dois funcionários do sistema carcerário, um Policial Penal e um Vigilante Temporário, foram presos em flagrante, suspeitos de facilitar a fuga de 14 detentos do Presídio de Trindade, em Goiás. A fuga, que ocorreu na madrugada de domingo, levanta sérias questões sobre a segurança das instalações e aponta para a alegada colaboração interna em troca de dinheiro.

Segundo informações da Diretoria Geral de Administração Penitenciária de Goiás (DGAP), os 14 presos conseguiram escapar das instalações do presídio na madrugada do último domingo (15). Uma investigação interna liderada pela Corregedoria da Polícia Penal constatou que houve facilitação da fuga em troca de pagamento financeiro.

O delegado João Victor Costa, responsável pelo caso, declarou à TV Anhanguera que “haveria, em tese, um combinado, um acordo entre os presos e esses policiais de pagamento de 10 mil reais por preso que fugisse.” A investigação está em andamento para apurar os detalhes desse suposto acordo.

Recapturado e revelações surpreendentes:

Até o momento, apenas um dos 14 detentos que fugiram foi recapturado. Imagens obtidas com exclusividade pela TV Anhanguera mostram o detento recapturado alegando que os agentes penitenciários teriam recebido pagamento por PIX na hora do banho de sol. Além disso, ele confirmou que a porta da cela em que todos estavam foi deixada aberta, possibilitando que os detentos acessassem um corredor e escapassem através de um buraco no telhado.

Buscas e investigação em andamento:

A Polícia Penal continua as buscas pelos 13 detentos que permanecem foragidos, enquanto os presos que não fugiram foram levados para prestar depoimento à Polícia Civil. Além disso, todos os servidores da unidade prisional devem cooperar com a investigação, prestando depoimento sobre o ocorrido.

A fuga em massa:

A fuga dos 14 detentos da Unidade Prisional Regional de Trindade, situada na Região Metropolitana de Goiânia, aconteceu durante a madrugada de domingo, quando os detentos escaparam por um buraco perfurado no telhado da unidade. A DGAP informou que medidas foram tomadas em resposta ao incidente, incluindo a abertura de um procedimento administrativo para apurar o ocorrido.

Informações e denúncias:

As autoridades solicitam que qualquer informação relevante seja repassada de forma anônima pelos seguintes canais: 190 (Polícia Militar), 197 (Polícia Civil), 181 (Disque-Denúncia da Secretaria de Segurança Pública) e (62) 99858-4776 (Polícia Penal). A investigação está em andamento para esclarecer os detalhes do incidente e garantir a segurança da comunidade.