22 de julho de 2024
NotíciasPolíciaPolíticaÚltimas

Em protesto contra a vitória do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições presidenciais de 2022, manifestantes apoiadores do presidente Jair Bolsonaro bloquearam rodovias em diversas regiões do país.

Rodovias em Goiás estão sendo bloqueadas por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) em protesto à vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições. As manifestações começaram no domingo (30) à noite e continuaram até segunda-feira (31) em cidades como Entorno do Distrito Federal, Anápolis e Itumbiara. Os manifestantes utilizaram veículos para bloquear as pistas e atearam fogo em pneus e papelões.

Veja os pontos de interdição nas rodovias goianas:

Anápolis : O bloqueio é total no km 101 da BR-060, com 8,5 km de congestionamento nos dois sentidos.

Itumbiara: No sul do estado, a interdição é parcial, com aproximadamente 8 km de fila de carros em ambas direções da BR-153, km 703.

Luziânia: A BR-040 está interditada no km 19 em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal. A rodovia segue interditada nos dois sentidos.

Cristalina: A cidade vizinha a Luziânia está com interdição na BR-040, no km 94. O trânsito no local está fluindo lentamente.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que houve uma liberação parcial por 15 minutos no trecho do km 19, em Luziânia, após negociação com os manifestantes bolsonaristas que bloqueiam as rodovias em protesto à vitória de Lula. No entanto, os dois sentidos da rodovia continuam bloqueados. Alguns manifestantes declararam que não aceitam o resultado das eleições, mas não houve registro de violência durante os atos. Os bloqueios estão causando transtornos para pessoas que moram em cidades goianas e trabalham no Distrito Federal, além de alunos que ficaram presos nos bloqueios. Apenas ambulâncias estão sendo autorizadas a passar.