24 de julho de 2024
NotíciasPolíticaÚltimas

Goiás se destaca ao liderar com 100% de adesão ao RG Nacional.

Estamos priorizando a simplificação da vida dos goianos, para que não tenham que lidar com a burocracia”, declarou Caiado, na presença do secretário de Comunicação, Gean Carlo Carvalho.

A partir do próximo dia 30, Goiás alcançará um feito notável ao atingir a marca de 100% de emissão do RG Nacional Goiás para todos os interessados. Isso significa que o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) servirá como modelo para o registro geral em todas as novas carteiras de identidade emitidas no estado.

O anúncio dessa significativa conquista foi feito pelo governador Ronaldo Caiado em uma solenidade realizada nesta segunda-feira, 23 de outubro, no auditório Mauro Borges, localizado no Centro Administrativo Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia. A implementação do RG Nacional Goiás reforça o compromisso do governo estadual com a modernização e aprimoramento dos serviços de identificação.

Ronaldo Caiado enfatizou o compromisso de simplificar a vida dos cidadãos goianos e reduzir as barreiras da burocracia. Ele também destacou os avanços que Goiás tem alcançado nessa área, afirmando: “Quando assumi o governo, éramos o último estado em digitalização de serviços à população. Hoje, estamos em segundo lugar e espero que, na avaliação de 2023/2024, estejamos liderando o Brasil na oferta de serviços à população.”

A partir de agora, todas as novas carteiras de identidade emitidas em Goiás, incluindo as segundas vias, seguirão o novo modelo. Os cidadãos que desejarem atualizar seu documento já podem agendar o atendimento nas unidades do Vapt Vupt para efetuar a troca.

André Ganga, delegado-geral da Polícia Civil, celebrou a realização desse marco ao declarar: “Goiás será o primeiro estado a concretizar 100% de operacionalidade no RG nacional. Nenhum outro estado brasileiro alcançou esse feito.”

Um dos destaques desse novo sistema é o cruzamento de dados, que promete aumentar a eficácia das políticas públicas no estado. O governador destacou a importância disso, afirmando que “cada ação do governo pode ser mensurada e avaliada para garantir a eficiência, com todos os programas integrados.”

Francisco Sérvulo Freire Nogueira, titular da Secretaria de Estado da Administração (Sead), ressaltou a importância de uma base única de dados para fundamentar políticas públicas mais sólidas e consistentes.

O novo modelo já estava em vigor no estado desde agosto de 2022, mas apenas para a emissão de primeiras vias para pessoas que ainda não possuíam o documento. Até o momento, mais de 144 mil novos RGs Nacional Goiás em primeira via foram emitidos no estado.

Além da simplificação no processo de obtenção da identificação oficial, um novo aplicativo será disponibilizado, permitindo que os cidadãos acessem uma versão simplificada do documento. O aplicativo também oferecerá uma via digital ou virtual, proporcionando maior comodidade aos usuários.

Para solicitar o novo RG Nacional Goiás, é essencial que os dados, como nome completo, nome da mãe e data de nascimento, estejam em conformidade com o que consta na base de dados da Receita Federal. Caso as informações do CPF estejam ausentes ou incorretas, os cidadãos poderão procurar os canais de atendimento da Receita Federal para resolver essa questão.

A nova identidade inclui um QR Code que pode ser lido por um smartphone, permitindo a validação eletrônica de sua autenticidade. A Superintendência de Identificação Humana da Polícia Civil do Estado de Goiás é a responsável pela emissão desses documentos.

De fevereiro a setembro de 2023, foram emitidas 324.637 carteiras de identidade, das quais 144 mil são do novo modelo RG Nacional Goiás. É notável que 15.670 documentos tenham sido emitidos como parte de ações sociais, demonstrando o comprometimento do governo de Goiás com os cidadãos menos favorecidos.

A nova Carteira de Identidade Nacional (CIN) é emitida em um modelo único e possui validade em todo o território nacional, unificando os números de registro de todas as 27 unidades da Federação. A transição do modelo anterior, com validade até 2032, para a nova CIN será realizada de maneira gradual e gratuita, assim como as renovações.

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego), Bruno Peixoto, destacou a importância desse avanço no que diz respeito ao cadastro e ao combate à criminalidade, enfatizando que a unificação de registros resultará em análises mais eficientes de programas governamentais.