24 de julho de 2024
EducaçãoNotíciasÚltimas

Nesta quarta-feira, começam as aulas nas redes estadual e municipal de ensino de Goiânia.

Nesta quarta-feira (18), começam as aulas da rede municipal de ensino de Goiânia, que conta com mais de 370 unidades, entre escolas, Centros Municipais de Educação Infantil (Cmei) e Centros de Educação Infantil (CEI) conveniados. Para o ano letivo de 2023, foram criadas 25.067 novas vagas, sendo 10.091 para estudantes do Ensino Fundamental e 14.976 para a Educação Infantil. Além disso, a capital conta com mais escolas em tempo integral, passando de 35 para 45. Os alunos do 5º ao 9º ano receberão um kit de material escolar, contendo cadernos para as disciplinas, caderno de desenho, apontador, borracha, canetinhas, tesoura sem ponta, cola branca, cola colorida e lápis de cor.

Já na rede estadual de ensino de Goiás, o ano letivo de 2023 também começa nesta quarta-feira (18). Alunos do Ensino Fundamental, Ensino Médio e da Educação de Jovens e Adultos receberão kits de materiais escolares. A distribuição será feita em duas etapas, começando pelas escolas estaduais jurisdicionadas às Coordenações Regionais de Educação (CREs) de Iporá, Jataí, Rio Verde, Minaçu, Mineiros, Porangatu, Quirinópolis, Santa Helena de Goiás, São Miguel do Araguaia e Uruaçu, e, em seguida, pelas unidades jurisdicionadas às CREs de Águas Lindas de Goiás, Anápolis, Ceres, Formosa, Goianésia, Itapaci, Luziânia, Novo Gama, Planaltina e Rubiataba. A expectativa é que haja 35 mil alunos a mais na rede estadual de educação em comparação com o número de matriculados no ano passado, o que deve levar o total de estudantes para 479 mil.