24 de julho de 2024
NotíciasPolíciaÚltimas

Os índices de homicídio em Goiás tiveram uma queda de 5% em 2022.

A atuação integrada das forças de segurança em Goiás resultou em uma queda de 5% no número de assassinatos em 2022, cinco vezes maior do que a média nacional. Dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP-GO) mostram que houve 1232 mortes violentas no ano passado, em comparação com 1299 em 2021. O Monitor da Violência, um levantamento realizado pela Universidade de São Paulo em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgado recentemente, apontou que Goiás possui a sexta menor taxa de assassinatos por 100 mil habitantes, com 17,1, em comparação com a taxa mais alta em Pernambuco (35,3) e a mais baixa em São Paulo (7,1). O governador Ronaldo Caiado atribui a queda à atuação das polícias no combate ao tráfico de drogas e roubo, que são motivos frequentes de assassinatos. Em 2022, 1174 homicídios dolosos, 31 latrocínios e 27 lesões seguidas de morte foram registrados, em comparação com 1242 homicídios dolosos, 34 latrocínios e 23 lesões seguidas de morte em 2021. Desde o início da gestão Caiado, houve uma redução de 44% nos homicídios dolosos.

Houve uma queda significativa em todos os crimes violentos letais intencionais em Goiás nos últimos quatro anos. A quantidade de homicídios dolosos caiu 44,5%, enquanto o número de latrocínios diminuiu em 70,5%, passando de 105 em 2018 para 31 em 2022. As lesões seguidas de morte também reduziram em 55,7%, de 61 para 27 casos. Além disso, 74 municípios do estado não registraram nenhum homicídio em 2022, dentre os 246 existentes.